Seguidores

domingo, 31 de março de 2013

MEU SONHO DE AMOR

video

Elias e Francisco

CRÉDITOS:
Letra: Bicho do Mato
Melodia: Elias
Vozes: Elias e Francisco

INFORMAÇÕES:
Ritmo: Balanço
Estilo: Sertanejo
Esta música faz parte do CD "Acabou a procura",
primeiro trabalho de Elias e Francisco.

LETRA:

Eu sonhei, em um dia bonito
Acordar com teus beijos, querida,
Eu sonhei com o calor do teu corpo
Aquecendo o frio da minha vida,
Eu sonhei em viver do teu lado,
Eu sonhei em ser o teu marido,
Mas, agora perdi a esperança,
Vi meu sonho de amor destruído.

(REFRÃO)
Tu juraste teu amor a outro
De joelhos em frente ao altar,
Me deixando perdido nas trevas
Sem a luz que tem o teu olhar,
Enterraste meu sonho na lama
Da mais completa desilusão,
Só agora me conscientizei:
Nunca estive no teu coração.

PRIMEIRO CONCURSO DE POESIAS “PENA DE OURO” DO BLOG DO BICHO DO MATO






REGULAMENTO:

É claro que não escreverei, aqui, nenhum texto formal, só tirarei algumas dúvidas e especificarei algumas normas para os participantes.
O primeiro Concurso de Poesias, "Pena de Ouro" do Blog do Bicho do Mato, trata-se de uma brincadeira, para descontrair um pouco e estreitar os laços da família Blogger. Conto com sua participação.


QUEM PODE PARTICIPAR?
Para participar, você precisa ter um Blog e ser seguidor (a) do Blog do Bicho do Mato.
Caso ainda não seja, é só começar a seguir agora mesmo.

QUEM PODE VOTAR?
Qualquer internauta.

COM QUANTOS E COM QUAIS TEXTOS EU PODEREI PARTICIPAR?
Você poderá participar do Primeiro concurso de poesias “Pena de Ouro” do Blog do Bicho do Mato com apenas 1 (um) texto, em versos, de sua autoria, com ou sem rima. Também não existe um limite de tamanho e o tema é livre como a sua imaginação.
Obs.: Textos eróticos e textos que contenham palavras de baixo calão serão publicados com um aviso ao leitor. (Todos os textos recebidos participarão do concurso, sem exceção. Lembramos que o participante é o único responsável pelo conteúdo de seu texto).

COMO OS TEXTOS SERÃO PUBLICADOS?
Os textos serão publicados em páginas individuais, em fonte Georgia tamanho grande, cor Azul, juntamente da imagem do perfil do participante ou banner de seu blog, com seu respectivo link. (outras imagens não serão permitidas). Os links dos poemas participantes ficarão na página principal do Blog do Bicho do Mato, para que os leitores tenham acesso direto aos mesmos, sem que precisem ficar procurando pelo blog.

PARA ONDE EU DEVO ENVIAR OS TEXTOS?
Os textos poéticos deverão ser enviados para o seguinte E-mail: blogdobichodomato@gmail.com

QUAL A DATA LIMITE PARA ENVIAR OS TEXTOS?
Os textos poéticos deverão ser enviados, para participarem do Primeiro Concurso de Poesias “Pena de Ouro” do Blog do Bicho do Mato, até o dia 15/04/2013.

QUAIS SÃO AS MINHAS RESPONSABILIDADES?
É de inteira responsabilidade de o participante, todo o conteúdo de seu texto e imagem publicada. Também é de sua responsabilidade, divulgar o concurso, levando para seu blog o banner do concurso, que pode ser baixado AQUI, com o link desta página, convidar seus amigos para votarem... Ah! E o mais importante: Após o término do concurso, cada participante deverá divulgar, em seu blog, o blog do vencedor do concurso, por, no mínimo, 2 (duas) semanas, postando, da forma que achar mais conveniente, o banner do blog vencedor ou imagem do perfil e link do mesmo.

A QUE PRÊMIO EU IREI CONCORRER?
Por se tratar de uma brincadeira, a premiação será abstrata, consistirá apenas em divulgação. O blog vencedor será divulgado pelos demais Blogs participantes, conforme dito acima.

COMO FICAM MEUS DIREITOS AUTORAIS?
Todos os direitos serão reservados ao autor. (Recomendo que o texto seja registrado antes de ser enviado para o concurso, pois, no possível caso de uma cópia não autorizada, isso garantirá ao autor uma maior facilidade para provar sua autoria). No Brasil, esse registro é feito pela Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro.
Obs.: Os participantes deverão deixar bem claro no E-mail, que o texto é de sua autoria e que autoriza sua publicação no Blog do Bicho do Mato, para participar do concurso.

QUANDO COMEÇARÁ O CONCURSO E QUANDO TERMINARÁ?
O concurso terá seu início no dia 20/04/2013 e os textos ficarão abertos para votação até o dia 30/04/2013, quando conheceremos o vencedor, podendo essa data ser adiada, caso haja muitos participantes e o concurso não possa ser feito em uma só etapa.
Ao final do concurso, cada participante, não vencedor, receberá um E-mail com a imagem do perfil ou banner e link do blog do vencedor, para que possa fazer o trabalho de divulgação, segundo seu próprio critério.
Blog do Bicho do Mato também se compromete em divulgar o blog do vencedor.

OBSERVAÇÕES FINAIS:
Caso haja menos de 12 (doze) textos enviados para o concurso, até a data limite, especificada acima, o concurso será adiado ou cancelado. Caso muitos textos sejam enviados, os mesmos serão divididos em grupos de no máximo 20 (vinte) poemas cada grupo. Cada grupo ficará aberto para votação por uma semana; ao final da votação do último grupo, o texto vencedor de cada grupo participará da final, podendo, nesse caso, o participante optar por trocar o texto. Na final, também, os textos ficarão abertos para votação por uma semana.
Obs.: Nesse caso, o final do concurso será adiado para uma nova data que só poderá ser prevista após o recebimento de todos os textos.

Caso algum motivo, alheio à minha vontade, venha a impedir que o concurso tenha seu início na data especificada acima, e na impossibilidade de eu avisar todos os participantes, postarei um aviso coletivo, em meu blog, explicando o motivo e informando a nova data de início.

Desculpe se enrolei muito ou se fiquei meio perdido, é o primeiro concurso e, o primeiro é assim mesmo, meio atrapalhado. 
Peço desculpas pelos erros e peço aos leitores, que ainda não sabem, que levem em consideração que eu apenas estudei 3 (três) anos, portanto, não tenho ensino fundamental completo e, isso, dado o baixo nível do ensino público brasileiro, é quase analfabetismo.
Gostaria de postar, sempre, o melhor para vocês, mas, infelizmente, tenho essa limitação; porém, graças ao carinho e compreensão que tenho recebido de vocês, que são, meus amigos, não tem sido uma grande barreira para a existência do Blog do Bicho do Mato.

Obrigado a todos pela atenção.

Não deixem de participar do concurso!

Grande abraço do Bicho do Mato.

MEU SANGUE


Quanto mais tu me desprezas
Mais aumenta minha paixão,
Não posso me livrar de ti
Tu vives no meu coração.

Da aurícula esquerda
Para o ventrículo esquerdo vais,
Viaja por minhas artérias
Levando vida por esses canais,

Desembocas na aurícula direita
E para o ventrículo segues de novo,
Vais aos alvéolos pulmonares
Buscar para mim um ar novo...

Jamais perdes o caminho do coração.
Às vezes foges por um ferimento,
Mas, como não vivo sem ti
Sempre te estanco a tempo,

Te sinto fervendo em meu corpo.
Tornas-te mais explícita em meu rosto
Quando afligido pela dor
Não controlo meu nervoso.

Mas, em troca desse amor imenso,
Com tua indiferença, me causas desgosto,
Desencadeaste milhões de lágrimas,
Não existe sorriso em meu rosto.

Se me castigas por um erro,
Então me castigas por te amar,
Pois, o maior erro que cometi
Foi me perder na doçura do teu olhar.

Entreguei-me aos teus fascínios,
Deixei que dominasse minha vida,
A ponto de hoje te sentir
Como o sangue que às minhas células irriga.

Este poema faz parte do meu livro "Além do que os olhos podem ver".

sexta-feira, 29 de março de 2013

NÃO ACREDITO EM MAIS NADA

"Não acredito em nada. As minhas crenças
Voaram como voa a pomba mansa;
Pelo azul do ar. E assim fugiram
As minhas doces crenças de criança."


Florbela Espanca


Com o peito inflamado
Do espinho entranhado
Que a vida me reservou,
Trago guardadas na mente
As lembranças do ausente,
Saudades do que passou.

Da mocidade saudosa
Me lembro daquela rosa
Tão bonita e perfumada,
Hoje em meu roto caminho,
Da rosa só resta espinho,
Da vida não resta nada.

Se o mundo fosse mais justo
Seria menor o custo
Pra se ter felicidade,
Mas o destino cruel
Fez-me um triste menestrel
Roubando-me a mocidade.

O tempo é uma mó
Que transforma tudo em pó,
Veste de luto a esperança,
Só vemos o que ele apronta
Quando nos damos por conta
Que não somos mais crianças.

O tempo com seu moinho
Se põe em nosso caminho,
Tritura tudo o que amamos.
Creio que a maior tortura
É ver numa sepultura
As coisas que acreditamos.

Se a vida é pra viver
Já não sei o que fazer
Porque eu nunca vivi:
Tentei amar, ser feliz...
Mas, ALGUÉM MAIOR não quis
Por isso não consegui,

Se foi Lúcifer... Se foi Deus...
Não muda em nada o adeus
Que ouvi da felicidade;
Se existe ou não existe,
Pra mim, louco é quem persiste
Em crer na eternidade.

Acabou está acabado...!
Um corpo em pó transformado
Nunca mais corpo será!
Não deixo mais vela acesa,
Pois vivo com a certeza
Que além daqui nada há.

Então, assim vou seguindo:
Hora chegando, hora partindo,
Seja o que tiver de ser...
Não acredito em mais nada,
Minha vida está acabada
Não há mais o que fazer.

Sou um barco naufragado
Neste mar tão agitado
Onde irei submergir,
Não existe outro porto,
Da vida só se sai morto
Não tem por onde fugir.

Este poema faz parte do meu livro "Para nunca mais sentir amor".

quinta-feira, 28 de março de 2013

AMAR, AMAR E AMAR:


Eu quero em noite sem lua,
Para não correr perigo,
Uma linda mulher nua
Fazendo amor comigo.

Nada no mundo é mais belo
Que um corpo feminino,
Sozinho a vida é flagelo,
Desventura e desatino.

Como é maravilhoso
Despir uma loura charmosa
E amar o seu corpo gostoso
Perfumado como a rosa.

Um prazer indescritível
Naquele corpo continha,
O mais de vagar possível
Eu tirei sua calcinha,

Sensivelmente a tocá-la
Atingi o seu prazer,
A roupa ficou na sala,
O resto não vou dizer.

O inverno fica quente
E o verão refrescante,
Se estiver junto da gente
Uma mulher elegante,

Debaixo do cobertor
Em uma noite chuvosa,
Eu suei fazendo amor
Com uma loura gostosa.

A gente esquece da vida,
Pode o relógio parar,
Depois da linda despida
É amar, amar e amar.

A mulher é doce e grata,
Vive a nos dar prazer,
Mas sempre tem uma ingrata
Que faz a gente sofrer.

Quantas noites sem dormir,
Quanto pranto a rolar,
Até que fui descobrir
Em outra o prazer de amar.

Quando a gente se depara
Com uma mulher bonita,
Não dá pra conter a tara,
A gente tenta e não evita.

É uma força tão vasta,
Maior que a da gravidade,
Parece que nos arrasta,
Não depende da vontade.

Tem tanta moça safada,
Pelas ruas da cidade,
Divertindo a rapaziada
Que ninguém passa vontade,

Não é como antigamente
Que tinha regulamento:
Era só com a da gente
E depois do casamento.

Hoje tudo virou festa,
Não tem hora e nem lugar,
Não sei se presta ou não presta,
Eu também vou festejar!

O que está na moda agora
Pelo o que eu estou sabendo,
É barriguinha de fora
E calcinha aparecendo,

A meninada provoca,
Depois o homem é culpado
Porque a linda dondoca
Aos doze tinha engravidado,

Foi pra balada sozinha
E perdeu a virgindade...
Era tão comportadinha,
Mas lhe fizeram maldade!

As águas estão correndo,
O tempo age sem dó,
Fazendo ou não fazendo
(Todos) vamos virar pó.

É melhor aproveitar
Enquanto temos saúde,
O ontem não vai voltar,
Vai em frente juventude!

Não esqueças a “camisinha”
Senão, pode complicar,
Filho é bom, mas, a coisinha
Dá trabalho pra criar.

Não excedas na bebida,
Não uses drogas, também,
Lembra que a tua vida
É a melhor coisa que tem.

Este poema faz parte do meu livro "O amor depois da dor".

quarta-feira, 27 de março de 2013

SELOS QUE RECEBI E MEME 7 COISAS QUE:


Oi amigos (as), recebi esses três lindos selos, dois sendo do blog  Poesias e Prosas da amiga Vilma Piva.
Os recebi no começo de novembro, mas, como sou muito preguiçoso, só agora estou postando. Agradecendo à amiga pelo carinho e pedindo desculpas pela demora.
O terceiro, eu recebi do blog Blog da Maria Machado da amiga Maria Machado, há um mês.
Postarei os três a seguir:



"SEU BLOG É INSPIRADOR"



Seguindo as normas para receber o selo, respondo 3 (três) perguntas:

a) Qual sua maior paixão?
Uma pessoa que eu amo mais que a minha própria vida, da qual não posso citar o nome, senão ela me processa.
 b) Se você ganhasse uma viagem para onde gostaria de ir?
Veneza – É, inclusive, um de meus sonhos, conhecer aquele paraíso.
c) Quem você levaria para uma ilha deserta?
Bom... Se eu encontrasse alguém capaz de fazer esse sacrifício, eu não faria escolhas, a não ser o sexo, teria que ser feminino, obrigatoriamente.


*******************************************


SELO "VERSATILE BLOGGER"




Como regulamento para receber este selo, citarei 7 (sete) coisas que mais gosto de fazer, para que me conheçam um pouco mais:
Algumas são, para muitos, coisas fúteis, mas, me agradam bastante.

*Escrever poesias
*Ouvir boas músicas
*Ler bons livros
* Assistir bons filmes
* Estar em contato com a natureza
* Caminhar
* Ouvir o silêncio

Minha lista de 15 (quinze) blogs que escolhi para receberem os selos:
  


*******************************************




Recebi este lindo selo da minha amiga Maria Machado, do blog Blog da Maria Machado.


As regras para postar este selo são as seguintes:

1º: Agradecer a pessoa que lhe escolheu.

Obrigado amiga, por se lembrar de mim mais uma vez. Fico muito honrado por ter meu blog escolhido por você para receber este selo e mais ainda por ser digno de sua amizade. Mais uma vez, obrigado.

2º: Escolher 15 blogs para receber o selo.




3º: Citar 7 (sete) coisas que você mais gosta.
(Por se tratar do mesmo regulamento do outro selo que recebi, estarei citando, também, as mesmas 7 coisas).

*Escrever poesias
*Ouvir boas músicas
*Ler bons livros
* Assistir bons filmes 
* Estar em contato com a natureza 
* Caminhar
* Ouvir o silêncio

4º: Avisar a todos os escolhidos.

Estarei fazendo isso nas próximas horas.


*******************************************


Meme – 7 coisas que:

Este meme, a amiga Marci foi quem me escolheu para responder. Isso foi no meio do mês de janeiro, mas, como já sabem, sou preguiçoso e só estou respondendo agora. Agradecendo o carinho da amiga por ter me escolhido e pedindo desculpas pela demora.
Não sou muito bom nessas coisas, vamos ver como me saio. É claro que vou brincar um pouco, mas prometo ser sincero.

7 coisas para fazer antes de morrer:

-Conhecer Veneza – Muito difícil.
-Dirigir uma Ferrari (alugada é claro) – Quase impossível.
-Aprender a tocar violão, direito – Acho que vai dar.
-Pilotar um avião, para sentir o poder das turbinas – Falta o dinheiro pras aulas (atualmente, impossível).
-Participar de uma “São Silvestre” e conseguir, pelo menos, completar o percurso – Vai dar.
-Encontrar um grande amor – por pior que eu possa ser, mas acho que mereço...
-Ser feliz – A esperança é a última que morre.

7 coisas que eu mais falo:

-Não
-Nunca
-Por que eu?
-Será?
-Quando?
-Que desgraça!
-Que azar!

7 coisas que eu faço bem:

-Ficar a toa
-Ficar em silêncio
-Esperar
-Dormir
-Perder
-Desistir
-Ser chato

7 coisas que não faço:

-Correr atrás do que não posso alcançar
-Quebrar regras
-Desrespeitar superior
-Infringir leis
-Trair a confiança de alguém
-Rir de piada sem graça (fazer média, puxar saco).
-Emprestar dinheiro

7 coisas que me encantam:

-A natureza
-Pessoas bondosas
-Pessoas competentes
-A amizade
-A ciência
-A liberdade
-O poder

7 coisas que não gosto:

-Briga
-Mentira
-Injustiça
-Ingratidão
-Gente que quer ser mais do que é
-Som alto
-Programação da TV aberta brasileira – Exceto o programa do Chaves.

7 pessoas para responder também: